sábado, 8 de outubro de 2011

Quais são 3 hábitos brasileiros que japoneses devem aprender!?


  Ao caro leitor

  Cada país tem aspectos positivos e negativos.

  Ou seja, o Brasil também tem coisas positivas que os japoneses devem aprender.

  Hoje gostaria de lhe apresentar 3 hábitos brasileiro bons do meu ponto de vista como um japonês.


  1. Emendar feriado e fazer feriadão.


  No Brasil, quando um feriado  cair na terça ou na quinta, os brasileiros fazem feriadão deixando segunda ou sexta como dia de descanso.

  Quando eu vim ao Brasil há 13 anos e meio, eu não conseguia compreender este hábito brasileiro, pois não tinha este costume no Japão e nenhuma órgão japonesa jamais faria uma coisa dessa, pelo menos no sécluo 21.

  Só que com o tempo como eu estava me tornando cada vez mais “brasileiro”, eu comecei a achar este costume muito prático.

  Entretanto, até aqui no Brasil esta prática nem sempre é aplicada. Porque se aplicar isso em tudo ao longo do ano, acaba surgindo feriadão várias vezes num ano, o que prejudicaria tanto programa escolar quanto comércio.

  Ou seja, cada caso é cada caso. Os brasileiros sabem que tem limite para essas coisas.

  Por outro lado, como os japoneses são obedientes às regras estabelecidas, nós não podemos mudar isso conforme a situação. Infelizmente nós não temos essa flexibilidade na hora de aplicar regras na vida cotidiana, difernte dos brasileiros.

  2.Dar bala no lugar de troco.


  Quando eu recebi balas no lugar de troco de 5,10 centavos no supermercado pela primeira vez, eu não conseguia compreender este hábito brasileiro e nem conseguia aceitá-lo.

  Como as balas que eu recebia no supermercado não era de qualidade, não eram tão gostosas. Além do mais, eu recebia essas balas por obrigação, quer dizer, eu nem tinha opção de receber troco de 5,10 centavos na ocasião.

  Contudo, eu me acostumei com este hábito também com o passar do tempo...

  Aliás, o cliente nem recebe troco  aqui no Brasil quando o troco é de 1 ou 2 centavos ....o que jamais aconteceria no Japão.

  No Japão, você receberá troco bem certinho em qualquer estabelecimento comercial. Não existe esse costume brasileiro de não se importar com moedinha de valor menor.....

  Há cerca de 2 anos, os fucinonários da caixa do supermercado Borubon daqui de Porto Alegre começou a a perguntar aos clientes se os clientes querem doar essa moedinha de 2,3 centavos a dois hospitais do capital.

  Eu acho que isso é boa maneira de arrecadar dinheiro para melhorar a sociedade.

  Quando ocorreu o terremoto no Japão em dia 11 de março deste ano, eu até pensei em propor à diretoria do Bourbon  para eles destinarem dinheiro arrecadado para vítimas do terremotos.

  Eu não estou dizendo que sou a favor do hábito de receber balas no lugar de troco. O que eu queria dizer com isso é que os japoneses não devem se importar com as coisas pequnas.Queria que fossem pessoas grandes. 

  3.Ser tolerante à hora.


  Como eu já tratei num post neste blog, a grande maioria dos brasileiros não é pontual. Contudo, eles não levam 5, 10,15 minutos de atraso muito sério, pelo jeito. Para brasileiro, o que é mais importante é o resultado final, ou seja, o pedido ou trabalho foi concluído ou não.

  Por outro lado, 5, 10 minutos de atraso é fatal no Japão. Devido a isso, o dono do negócio pode perder clientes infelizmente.Os japoneses são muito exigentes e a sociedade japonesa cobra isso.

  Resumindo,... 

  A sociedade brasileira “funciona” bem porque a grande maioria não é pontual enquanto a sociedade japonesa “funciona” bem porque a grande maioria é pontual.

  Quando uma pessoa pontual vive numa sociedade que não cobra pontualidade do povo, essa pessoa sofre e vice-versa. O segredo é que essa pessoa que está vivendo no exterior precisa aprender esse costume do país onde ele reside.

  Bom. Nós podemos interpretar a mesma coisa de dois lados. Portanto, uma coisa boa para uma pessoa poderá ser coisa ruim para outra pessoa.

  Não existe ideias ou conceitos totalmente corretas...tudo depende do nosso ponto de vista.

  Vamos aprender o que nós achamos bom dos outros paises mantendo nossa qualidade boa!!

  :)

Comentários
31 Comentários

31 comentários:

Tadeu disse...

Bala de troco!
Que cosa triste!

Não tenho troco.
Que coisa tristeeee!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

http://www.youtube.com/watch?v=NSv6_wz-IsM


Teve uma época que essa prática era bastante comum. Muito mesmo!

Até que começaram as reclamações, que, com toda a razão, foram atendidas; logo a mídia começou a noticiar que a prática era absurda e tal.

Balinha o cacete!!!
rsrs

Quero meu 1 centavo!!!!

Henry Suzuki disse...

Yuki-san

Tmb ñ gosto desse hábito brasileiro de ñ dar o troco certo. Axo um absurdo! Ñ é questao de ser pão-duro ou ñ, mas de receber o valor certo q o estabelecimento te deve..
Qdo viajei pro exterior me surpreendi, pois além de receber o valor do troco certo, a nota fiscal dava informação até do quanto o consumidor pagou de imposto pro governo local!

Receber bala é o cúmulo >.<'
Pior q a gente sente vergonha de pedir o troco certo, ja q passariamos por sofinas..Situação dificil

Anônimo disse...

Ainda bem que quase não existe isso de dar bala de troco. É o cúmulo mesmo. Não dar 5 ou 10 centavos de troco também é inadmissível, apesar que eu não me importo nem um pouco em não receber troco de 1 centavo, eu acho isso desnecessário inclusive.

Anônimo disse...

Nenhum. O povo japonês não deve em hipótese alguma adquirir hábitos brasileiros e quaisquer outro em sua cultura.

Anônimo disse...

O Brasil esta onde esta justamente por esses costumes...!!E vai continuar assim por no minimo uns 500 anos...!!

Anônimo disse...

Então quer dizer que por não receber trocos de 1 centavo seu país está mal?
BOAAA CAMPEAO!
Saúde, educação, transporte e redução de impostos pra o inferno!
O negócio é receber troco de 1 centavo!
Yuki, ironias a parte(inclusive as do seu post), japoneses deveriam ser mais espontâneos. Sou uma pessoa muito direta como a maioria do meu povo e ninguém tem paciência de ficar aturando alguém que fica com a mesma cara o tempo todo, não importa o que aconteça.
Pior é quando um povo inteiro tem a mesma cara :P

Anônimo disse...

Que post mais sem noção !!!!!

completamente DESNECESSARIO !!!!!!


e outra são 3 MAUS HABITOS por sinal

bem do tipo de brasuka vagabundo !!!

emendar feriado !!!

Sayuri disse...

Emendar feriado?? e a golden week no Japão??
é uma semana de feriado!! isso não existe no Brasil.

Anônimo disse...

nossaa...q sem nocao.... morei no japao jah... e posso dizer q esses tres costumes de japoneses me agradam.... nao receber meu troco correto eh absurdo... de centavo em centavo qnt o comercio nao esta ganhando?? e qnt ao horario , axo muito chato vc ter q ficar espernado as pessoas que nao sao pontuais.... questao de educacao msm.... e feriados , japao tem 3 prolongados.... e como se ganha por hrs trablhadas lah, axo q o cara do post deveria considerar essa pratica, jah q se fossem emendados os feriados o salario dele nao pagararia nem as contas... ahuahuah... brasileiros q me desculpem, mais sao habitos de paises subdesenvolvidos msm....

Anônimo disse...

Um costume japonês que não entendo é o hábito de comer cachorro, gato, besouro, barata, etc...

Anônimo disse...

kkkkkkk

Gostei do post, mas q comentários sem noção...
Não achei falta de respeito o post, mas dizer que o Brasil está onde está por causa desses hábitos...
E onde o Japão está? Mais 10 anos até o Japão ir ralo abaixo e o pessoal vem falar mal do Brasil?

Anônimo disse...

Meu irmão eu acho até bom isso, porq na escola onde eu estudo o sinal toca de 7:15 para entrar mas vc pode entrar até 7:30.
E Receber Bala ao inves de moedas eu nem ligo tbm, pra que eu vou querer moedas de 50e 10 centavo?!

miriannosekai disse...

Não acho esses hábitos tão possitivos assim:

- O primeiro é possitivo em países que pagam o salário mensal e os feriados emendados sejam remunerados, como é no Brasil. No caso do Japão o salário é pago por horas trabalhadas, como bem disse o anonima abaixo da leitora Sayuri, por isso o feriado emendado lá não seria algo positivo.

- Dar balas no lugar de troco, ou deixar de dar-lo, é uma falta de respeito ao consumidor, além de ser constituido como infração no Codigo de Defesa do Consumidor artigo 39. Dar balas no lugar do troco é ainda pior, essa atitude constitui venda casada, o que é reprimido pelo Codigo de Defesa do Consumidor artigo 39, inciso I, e é constituido como crime contra as relações de consumo na lei nº 8.137/90, artigo 5º, inciso II.

- Ser tolerante na hora em 5 minutos tudo bem, mas em 10, 15... já é incentivar a falta de respeito e a falta de educação com quem esta esperando. No caso de sala de aula é ainda pior: o aluno atrasado atrapalha o professir a dar a aula e dispersa a atenção dos alunos.

Bom, essas são as minhas opiniões. =D

Abraços ao Yukipoa-sensei e aos leitores.

Anônimo disse...

ao anonimo q comentou falando q no japao se come cachorro e insetos, esta muito enganado.... onde se come isso sao paises como china e korea...

Igor Marques disse...

você fala ai de emenda feriados mais na verdade japonês tem uma semana chamada de semana dourada por que existe 3 feriados nacionais nessa semana e eles emendam tudo, claro mais isso uma vez por ano. não e como no brasil que quase todo mês tem fim de semana prolongado.

Gika disse...

Acho que os comentários das pessoas acima é porque não entenderam bem o que você quis dizer.

Eu concordo em questão da tolerância. Quero dizer, realmente é bom e mais prático pra todo mundo quando o feriado é emendado (mas claro que não precisa ser sempre). Evita-se deslocamento e tempo perdido desnecessário, que provavelmente seria improdutivo mesmo, já que o pessoal (pelo menos os brasileiros) sai do feriado já pensando no final de semana. Concordo, portanto, com os feriados de quinta emendados até o final de semana. Já o de terça, acho que dá pra deixar assim! Já tivemos um bom descanso no final de semana.

Sobre as balas, hoje em dia não se produzem mais moedas de 1 centavo (ou muito poucas, pelo menos), então não tem como dar troco até 4 centavos. É compreensível que queiram pelo menos dar um produto em troca desse valor não recebido. Caso o valor seja pago em cartão de crédito, se for um valor como R$10,53, vai ser pago exatamente esse valor, e não R$10,55! Mas já 5 ou 10 centavos, acho melhor recebê-los no lugar de uma bala!

E sobre o atraso, concordo caso seja um atraso menor ou igual a 10 minutos, já que algo pode ter atrapalhado a pessoa para o compromisso (trânsito, por exemplo). Isso acontece.

Flexibilidade é a palavra para todos os casos, mas não precisamos exagerar! ;)

Obs: excelente post, como sempre. Não se sinta mal pelos comentários, leve-os como uma crítica positiva para saber como os brasileiros pensam! =D

Abraço,
Gica.

itsbarbarella disse...

Você deve ter feito o post na boa intenção, mas não concordo que o Japão deveria adotar esses hábitos que só prejudicam a vida e o bem-estar das pessoas, principalmente o de dar troco com bombom. Teve um dia que eu estava tão revoltada, que o supermercado só me dava troco com bombom e eu reclamava todas as vezes, mas não adiantava, então resolvi "dar o troco", quando fui pagar a conta, paguei faltando 10 centavos e completei com dois bombons ruins, do jeito que eles fazem, ai o caixa reclamou, e eu disse que não tinha mais moedas e assim como eles dão troco em bombom e acham que somos obrigados a receber sem reclamar, também passei 10 centavos em bombom, depois sai e deixei o caixa reclamando.

Anônimo disse...

Acho um absurdo quando o supermercado faz questao de cobraar 5 a 10 centavos...mesmo você pagando a vista...pq 1 real é dinheiro mas 90 centavos não...é dinheiro quebrado ...no fim você nao vai usar pra nada...ou tem que juntar com outros 10 perdidos que vc acha por aí...isso sim é um absurdo

Dreamer Girl disse...

Sobre os feriadões:

Certa vez pensei que pode ser positivo para o ambiente das grandes cidades, pois são dias com poucos carros nas ruas e poucoa ou nenhuma atividade nas indústrias.

Pode funcionar como uma trégua para a natureza.
Abraços.

Anônimo disse...

Acrescento mais um item a essa lista:

O abraço.

O brasil deveria exportar abraços^^

ONE

Anônimo disse...

na verdade isso e habito tbem na Italia.Ou seja nao pode generalizar o Br se nao comparar com outros paises.Talvez seria melhor escrever :
o Brasil e um dos paises do qual dao bala de troco.
Assim como no Japao e similar (pra nao dizer 90% identico a coreia).Digo porque sei e nao pq me disseram.

Anônimo disse...

Vc podia fazer o post dos hábitos negativos do Japão, os daqui agente conhece né.

Já fui para o Japão passear e notei vários hábitos ruins, um que eu odiei foi no restaurante, o povo mastiga com a boca aberta e ainda por cima faz barulho para tomar sopa. Simplesmente terrível, tirando o fato de muitos japoneses terem dentes tortos, não sei direito mas acho que a criançada lá não usa aparelho odontológico. E é por isso que as japonesas quando dão risada escondem os dentes?

Outra coisa que eu não entendi é por que o povo de lá jogam as moedas de 1 yen no chão? São muitos.

Mas o pior hábito japonês que eu ví foi muito nojento, dá ânsia até de lembrar, a mãe enfiando a boca no nariz do filho para sugar a meleca que estava escorrendo. Credo, jamais faria isso com meu filho.

Nossa, tem muitos hábitos estranhos lá, faz um post dessas curiosidades.

Anônimo disse...

Dizem que os japoneses tem os dentes tortos por causa do hashi, eles usam mais os dentes da frente para cortar o alimento e depois mastigar com os dentes de trás. Quem usa garfo e faca coloca a porção certa para mastigar com os dentes de trás.

Sabe aquelas caricaturas de orientais com os dois dentes para frente, tipo quando se desenha um chineisinho? Então, com o movimento de puxar o alimento para cortar um pedaço do alimento, muitos acabam ficando com os dentes para frente. Acho que eles chamam de "depá" (não sei como se escreve).

Anônimo disse...

Além de tortos são amarelados, tem até umas bunitinhas que se cuidam, cabelo, maquiagem e etc.. Mas os dentes, credo!

Anônimo disse...

E este hábito da mãe limpar o nariz do filho com a própria boca... traduzindo a expressão "assoar o nariz" literalmente para o português é "morder o nariz"

Anônimo disse...

eu nunca recebi bala como troco olha que eu moro no rio

押田 ~龙 disse...

Nossa muita vergonha por muitos comentários mal educados ai desculpa mesmo!! Achei o post bem interessante, mas muitos brasileiros não gostam das balas hein hehe. Achei vc bastante flexível me lembra alguns parentes japoneses meus e alguns professores japoneses. Principalmente quando se trata de pontualidade e postura vejo que incorporou bem o Brasil hehe. Tive professores que não eram tolerantes com atraso alguns bem como no jp o que me ajudou ja que vim p ca ne. Nao são todos os sensei que entendem a logica que vc segue de *esta em roma seja um romano* alias não e muita gente que entende essa logica em muitos lugares que vão!

sil disse...

eu admiro muito isso aqui no japão. Você não consegue fazer uma compra se estiver faltando 1 moedinha (1yen) mas em compensação o troco é certinho! Eles aqui também não aceitam gorjeta ou algo do tipo. Não tem aquele negócio de "pode ficar com o troco".

PHOXXAS NOBODY disse...

Na verdade pude observar muitas pessoas falando mal de todos costumes alheios, de suas próprias perspectivas, claro, mas na verdade não há entendimento, pois não há discussão veraz! A maioria utilizou MAIS no lugar de MAS... que já é um erro gravíssimo... infelizmente não podemos falar mal sendo que nem a língua de um país a pessoa usa corretamente, estou estudando nihon go, por isso pretendo ser minucioso na aplicação da gramática coloquial e/ou formal quando necessário.

Já sobre os costumes, quando vocês todos que são juízes aplicarem tudo isso aos seus filhos efetivamente, ai sim poderão quebrar os paradígmas da sociedade atual, pois como se diz no mundo inteiro, educação vem de berço...

Por favor isso se aplica aqueles que falaram mal dos hábitos brasileiros, o que na verdade edificou muito meu conhecimento sobre a opinião alheia numa aquisição abstrata de conhecimento geral.
Sabemos todos que não adianta falar mal dos hábitos alheios, pois todos temos um ou outro!
Plinio Balsalobre (プリニオ)

Anônimo disse...

(RISOS) Agora 999999999999999999 coisas quais devemos aprender com os japoneses manda ae!

eduarda dias disse...

Eu faço questão do meu troco , mesmo que seja de um centavo
Ja fiz fila no caixa porque a moca nao tinha 4 centavos
Essas lojas de 1,99 são boas de fazer isso
nao me sinto sovina , penso q estou so exercendo meu direito ao troco
Se nao me vendem quando falta uns centavos então também nao pago uns centavos a mais
oque é justo e justo
Hj moro no japao e acho certo como eles respeitam seu troco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics