domingo, 19 de fevereiro de 2012

Quanto político japonês ganha no Japão?

Untitled Document
  Ao caro leitor

   Quando eu leio jornal  daqui, eu às vezes vejo uma notícia na qual relata sobre salários elevados dos políticos brasileiros e fico surpreso com esses salários altos e muitos benefícios privilegiados.

  Contudo, na verdade, eu não sabia nada sobre quanto o político japonês ganha, pois as imprensas japonesas não tratam sobre isso. Assim, eu não tenho como comparar as condições financeiras dos políticos em ambos os países.

  Portanto, eu pesquisei a respeito e hoje eu gostaria de lhe apresentar quanto os políticos japoneses ganham e que tipo de benefícios eles recebem.


  Antes de começar a falar a respeito, eu lhe explico um pouco sobre Dieta do Japão formada por duas casas pela seguinte tabela.


Números
  480   242
Duração no cargo
  4 anos no máximo
  Pode ser dissolvida pelo primeiro ministro a vontade
  6 anos
  Em cada 2 anos, a metade dos políticos vai ser trocado pela eleição.
Direto à candidatura
  25 anos   30 anos
                                                                                              ( Fonte : Nenshu- Labo )

 A Câmara Baixa é a mais poderosa das duas câmaras, capaz de cancelar vetos nas contas impostas pela Câmara Alta com dois terços de maioria.

  Então, vamos ver o salário do político na seguinte tabela.


Salário
Bônus
Rendimento anual
Iens
1,887,000
6,320,000
28,960,000
Reais
41,021
137,391
629,565


  Para você ter uma idéia, a média do rendimento anual do salariado japonês é de 89,565 reais. Ou seja, os políticos japoneses ganham 7 vezes mais do que um povo comum.

  Além do salário elevado, os políticos japoneses vão receber seguintes benefícios.
  • Não será preso no período em que o congresso nacional está aberto.
  • Não será culpado pelo discurso que o político fez no congresso fora do congresso.
  • Poderá receber um valor destinado para sua despesa ( 745,434 reais por ano )
  • Poderá pegar qualquer trem da empresa JR inclusive trem bala gratuitamente.
  • Poderá receber 4 passagens aéreos ( ida e volta ) por mês gratuitamente.
  • Poderá alugar um apartamento luxoso localizado no centro de toquio, pagando um quinto do preço no mercado, como a foto embaixo mostra. 



  Não é só políticos brasileiros que recebem salários elevados e muitos benefícios.Os políticos japoneses também recebem salários elevados e muitos benefícios!!

  Ser político é um negócio bem lucrativo em qualquer canto do mundo, ne? Ainda por cima, eles ganham o poder político.

  Nós estamos vivendo numa sociedade capitalista que se cobra resultado final. Se nós não conseguirmos trazer lucro para empresa, nós podemos ser demitidos a qualquer momento!!

  Qual é a função do político? Oferecer a vida de qualidade, empregos bons, segurança pública, educação boa para o povo, não é?

  Será que os políticos japoneses estão conseguindo conduzir o Japão para uma sociedade melhor? Eles estão fazendo trabalhos correspondentes pelo preço que o povo pagou para eles???? Eles merecem receber 28,960,000 iens (629,565 reais) por ano!?

  Se você souber a situação social e econômica no Japão no momento, dá para saber que as respostas às essas perguntas são apénas “Não”.

  Se não podemos contar com políticos, com quem podemos contar sobre o futuro do Japão!?

  ;(



Comentários
22 Comentários

22 comentários:

Paulo disse...

tmb quero ser um politico pra ganhar bem XD kkkkk
gostaria q voce fizesse um post comentando se os japoneses "idolatram" tanto os animes e mangás quanto os otakus de outros paises, ou pra eles eh uma coisa tão normal que trocariam por uma obra de outro pais?
arigatou ^^

Eduardo disse...

Pelo que vi os escândalos políticos tanto no Japão, quanto no Brasil só são divulgados quando a bomba estoura, só que lá quando o escândalo, no Japão é grave o político se suicida pois ocorre a prisão. Aqui no Brasil o envolvuido na política, se escândalo é grave, ele só foge e vai trabalhar onde ele não é conhecido e vai cuidar de fazenda pois os processos no Brasil, ocorrem em última instância e as penas perdem aplicabilidade por causa de prescrição.
Já li um pouco a respeito das prisões japonesas em que os presos são trtados como se fossem escravos, ficam isolados, trabalham 20 horas por dia em regime escravagista praticamente, não podem se socializar com ninguém, etc. e sendo tratados praticamente como bicho e há restrições quanto à higiene dos presos(eu em parte acho que quem errou deve pagar). Dizem até que os presídios brasileiros são bem luxuosos comparados com os japoneses.
Poderia falar um pouco das cadeias no Japão em alguma postagem?

Anônimo disse...

isso é a metade da metade do salario de um politico brasileiro olha que no japão as coisas funciona e so ver o terremoto que deu aqui no japão é as inchentes que todos os anos tem no brasil ...aqui no japão o politico não tem decimo terceiro salario é nem decimo quarto que os politicos brasileiros tem fora outras regalias que voce não colocou sobre os politicos brasileiros ..um deputado federal brasileiro ganha mais de 2 milhões de reais por ano...

Anônimo disse...

Compare a renda de um politico daqui do brasil com um "peão" e compare a renda de um politico do japão com um "peão". Sobre o Fato das cadeias, jah tive conhecidos que foram presos lá no japão e posso lhe garantir que por mais que seja rigida a cadeia, o objetivo dela é trazer o cidadão e o recolocar para viver em sociedade. Diferente com os daqui que saem pior que que entraram.

Anônimo disse...

q eu sabia o japao tem mais grana q muito paises por ai! e fez emprestimos por nao querem "gastar". e pelo o q vejo, nao tem comparacao com o brasil, outro dia um carro estorou um poste aqui perto de casa de noite, e logo cedo ja estava outro novo no lugar, eh so uma pequena demostracao de como funciona. japao um pais reservado so esperando a casa cair, pq grana pode apostar q tem de monte!

Anônimo disse...

pelo menos japao fala e faz, o brasil fala e parece q faz o contrario.

Anônimo disse...

O político tem que ganhar bem em qq lugar do mundo. É isso que torna intolerável o roubo do dinheiro do povo (desvios). É justamente o fato deles ganharem muito bem que torna inadmissível a corrupção. se ganhassem apenas 1 salário mínimo e ainda tivessem que custear as despesas, essa seria a justificativa de desvios (roubos) ao erário e seria bem aceita por grande parte da sociedade.

押田 ~龙 disse...

Nao so do Japão ne sensei se não podemos contar com os políticos que são escolhidos para representar o povo e buscar melhores condições Temos que ser mais exigentes e votar melhor. O eleitor japonês e bem mais informado do que o eleitor brasileiro .Em consequência aqui pelo menos o japonês ve o dinheiro gasto em todo o lugar que vai não e perfeito como os japoneses gostariam, mas estão muito mais satisfeitos que nos brasileiros, brasileiro chega aqui e se encanta pq nunca viu ruas tao limpas postes funcionando, boa pavimentação transporte de melhor qualidade.
No Brasil a começar pela educação que e essencial ser melhorada, pois muito do que as prefeituras investem e depredado pelos próprios usuários e a marginalização noturna.
Os políticos brasileiros tentam resolver todos os problemas juntos e o que eles prometem na eleição, mas acabam por não fazer pois ha muito o que arrumar. Tem que focar e ir aos poucos concertando em 4 anos não da p dar um jeito na educação, na saúde e na pobreza assim parece discurso de modelo pela paz mundial, tem que ser aos poucos, mas fazer de fato.
Pergunta: o que vc acha de pessoas partidárias ai no Br e da quantidade de partidos criados, qual o critério dos japoneses ao escolher o politico, e o que vc sugere ao eleitor brasileiro na sua opniao?

Anônimo disse...

escandalo-so é o que os politicos portugueses ganham e ainda por cima:
-aumentaram o proprio ordenado
-tem direito a condutor privado
-carro de luxo pago pelo contribuinte
-casa de luxo pago pelo contribuinte
-recebem ordenado inteiro para o resto da vida
-viagens de aviao a vontade
-etc etc etc

Elisama disse...

O problema (Pelo menos pra mim) não é quanto os politicos ganham, mas sim quanto eles roubam...Porque sinceramente se fomos pensar, politico rouba mais de 2 milhões por semana.

Nelson disse...

A diferença é qeu eles fazem as coisas acontecer, aqui não...lenga lenga o tempo todo.

Anônimo disse...

Olha a renda anual média de um japones.. 89mil reais.. a renda anual média de um brasileiro é quanto?? 10 mil reais?? eu deixava um político receber bem assim se a qualidade de vida do povo fosse melhor.

Anônimo disse...

No Japão os políticos recebem 7 vezes mais que a população, no Brasil os políticos recebem +/- 60 vezes mais, sei lá mais tem um contraste muito grande aí, pelo menos se o Brasil tivesse a qualidade de vida que tem o Japão, se o presidente não chamasse o povo de "vagabundos", etc etc etc !!!!!!

Anônimo disse...

Amigao, vc está fazendo isso errado. Para saber o real valor do calculo do correspondente em real do Yen, vc deve dividir o valor de yen por 160 mais ou menos. Ou seja, cada 160 Yens Japones equivale a um real, em media. Trazendo os valores por vc citados mais perto de nossa realidade, abraço!

Mario Silva disse...

Eles ganham bem, é verdade. Mas... o que eles fazem pela população? A política do Japão é um exemplo a ser seguido. Vc acha que no Japão o transporte é caótico? Ou o sistema de saúde é essa bosta que é no Brasil? Pouco importa o que eles ganham!

Bargão Robalo disse...

Se o Brasil tivesse tudo que o Japão tem com a mesma qualidade, não preocuparia em pagar o dobro do que já pago hoje em impostos.

Anônimo disse...

Mas lá a coisa funciona, teve uma estrada que foi afetada pelo terremoto, praticamete subiu dois metros para cima uma parte, em uma semana estava concertado. Aqui, ainda estariam jogado a culpa um no outro e o povo se f"$#@!. Fora que la se da um escadalo politico, mesmo que pequeno a casa cai feio. Aqui o filha da P*!¨% ainda se elege de novo, como o collor ou não da nada mesmo nem cassado é, e se for e so renunciar e depois de um tempo voltar.

Anônimo disse...

Menos cara, que comparação absurda, mesmo estando em crise e em situação pós catastrofe, o Japão oferece uma condição de vida bem melhor. E seu próprio tópico falou que o politico recebe 7 vezes mais que o cidadão comum.
E aqui no brasil vc já fez a comparação, no minimo umas 20 vezes mais. Pegou o pais errado pra comparar.
Corrupção e jogos politicos vai ter em todos os cantos do mundo, mais só aqui no brasil é banalizado do jeito que é.

Anônimo disse...

E o pais de Amakudari....
http://pt.wikipedia.org/wiki/Amakudari

Anônimo disse...

Seu blogueiro de merda, não sabe nem o q se passa no japão. quantas catástrofes aconteceram ali e olha como eles recuperaram.Não têm quase nenhum recurso natural para se sustentar.Brasil tem tudo e mais um pouco, e olha qm é o politico, Tiririca! Nunca foi pra lá vivenciar a cultura deles. Estude um pouco mais e depois publique o artigo.Não coloque coisas sem nexo

Anônimo disse...

Deputados ganham 15 salários por ano em nove estados....Segundo o Ministério Público, os deputados amapaenses têm ainda o direito à maior diária do país durante as viagens. São até R$ 2.600 por dia, se a viagem for dentro do próprio estado. Segundo a Polícia Federal, em um ano, os deputados chegaram a receber quase R$ 4,5 milhões nas viagens pelo estado...Brasil - Um levantamento feito pelo Fantástico mostra que pelo menos nove estados pagam hoje 15 salários por ano aos deputados estaduais. No caso do Maranhão, são 18 salários por ano, de R$ 20 mil cada. Em alguns estados, o destaque é o valor da chamada verba indenizatória, que chega aos milhões de reais. (No vídeo ao lado, assista à reportagem do Fantástico na íntegra).

O pagamento de mais salários que o trabalhador comum recebe por ano não é exclusividade dos estados. Isso começa já no Congresso Nacional, onde deputados federais e senadores recebem 15 salários por ano, o que dá mais de R$ 400 mil. Esse quadro pode mudar, já que um projeto aprovado em comissão do Senado Federal – e que ainda aguarda votação – reduz de 15 para 13 o número de salários pagos anualmente.

Se aprovado no Congresso, o corte do 14° e do 15° salários deverá se estender a todas as assembleias estaduais. “Não é justo que um parlamentar tenha vantagens salariais maiores do que os normais, do cidadão comum”, defende o conselheiro da ONG Transparência Brasil, David Fleisher.

Hoje, algumas assembleias já começaram a reduzir o número de salários para 13, como no Paraná. Já em Goiás, o Ministério Público questionou os pagamentos na Justiça. “Se a Constituição não previu esse pagamento, na forma de ajuda de custo, chamado também de 'auxílio-paletó', então não pode ser efetuado”, explica o procurador geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto. O caso ainda está sendo julgado.
leia também...

Pagamento dos servidores começa a sair na segunda-feira


Na Assembleia Legislativa do Maranhão, tem deputado que reclama do salário de cerca de R$ 20 mil por mês – e que é pago não 12, mas 18 vezes por ano. "Muitas vezes nós tiramos do nosso próprio salário para servir à população", diz a deputada estadual Graça Melo.

Segundo a presidência da assembleia, os deputados maranhenses aguardam a decisão dos cortes no Congresso Nacional para reduzir os próprios salários. Os deputados estaduais maranhenses recebem ainda R$ 1.050,00 por mês de complemento para o plano de saúde - que são pagos também para quem deixa o cargo. No ano passado, foram mais de R$ 428 mil em gastos com os ex-parlamentares.

Verba indenizatória

Outra questão polêmica dos gastos públicos com o Congresso e as assembleias é a verba indenizatória, ou seja, o dinheiro a que o parlamentar tem direito para pagar despesas como alimentação, propaganda e aluguel de carros, entre outras, além do salário. No Congresso Nacional, o valor mais alto é pago aos senadores, quase R$ 42 mil por mês, por parlamentar, incluindo passagens aéreas. Na Câmara dos Deputados, esse valor fica próximo de R$ 33 mil.

No Piauí, a verba indenizatória dos deputados estaduais, que era de R$ 50 mil, passou este ano para R$ 80 mil, quase o dobro do que recebem os senadores. Segundo Fleischer, ter acesso a tanta verba desgasta a imagem dos parlamentares. “Ele passa a imagem de que é impune e de que pode fazer praticamente qualquer coisa e que na verba indenizatória ele pode pendurar qualquer recibo”, afirma ele.

Na Assembleia Legislativa do Amapá, os 24 deputados recebem, por ano, 15 salários de R$ 20.042,00. Segundo o IBGE, o estado é um dos que menos contribuem na soma do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, apenas 0,2%. Mesmo assim, em menos de um ano, os deputados do Amapá subiram a verba indenizatória de R$ 30 mil para R$ 100 mil mensais, ou seja, cada deputado tem à disposição R$ 1,2 milhão por ano para cobrir gastos extras. Para receber o dinheiro, basta apresentar notas fiscais e pedir reembolso.

Anônimo disse...

Por favor, alguém jogue uma bomba no Amapá e outra em Brasília....Pode até ser um meteórozinho qualquer, a humanidade agradece!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics